Terça, 28 de maio de 2024.
Busca Rápida (somente por palavras-chave)
    
Tese
Título Variabilidade genética em espécies de "Rhamdia" (Siluriformes, Heptapteridae) utilizadas para repovoamento de rios do Estado Paraná.
Autor Baroni, Suzymeire
Unidade Pós-Graduação em Genética e Melhoramento
Área de Concentração Genética e Melhoramento
Orientador Prof. Dr. Erasmo Renesto
Co-Orientador(es) Profª Drª Ana Silvia Lapenta
Profª Drª Maria Claudia Colla Ruvolo Takasusuki
Banca Examinadora Prof. Dr. Erasmo Renesto
Profª Drª Maria Claudia Colla Ruvolo Takasusuki
Prof. Dr. Cláudio Henrique Zawadzki
Prof. Dr. Paulo Vanderlei Sanches
Prof. Dr. Werferson Junio da Graça
Data de Defesa 14/12/2009
Resumo O cultivo de Rhamdia spp, também conhecido como Jundiá, tem aumentado muito no sul do Brasil, pois sua reprodução induzida apresenta bons resultados e altas taxas de fecundação em programas de repovoamento. O monitoramento genético dos estoques envolvidos nestes projetos é essencial para minimizar as mudanças genéticas que podem ocorrer em consequência de endogamia, deriva genética e adaptações a condições de cultivo. Este trabalho teve por objetivo avaliar a variabilidade genética em espécies de Rhamdia spp utilizadas em programas de repovoamento de rios do estado do Paraná através de marcadores isoenzimáticos. Foram coletados 30 indivíduos de cada espécie, R. branneri, R. quelen e R. voulezi, em dois tanques de pisciculturas do estado do Paraná. A análise de eletroforese de 11 sistemas, das três espécies analisadas, detectou 19 loci, com 60% de loci polimórficos. Os valores de heterozigosidade observada e esperada se mostraram muito acima da média para peixes (0,05). O valor de FIS de Sewall Wright mostrou que na média das três espécies há um excesso de homozigotos em relação ao esperado pelo equilíbrio de Hardy-Weinberg. Os dados sugerem que embora as espécies estejam se reproduzindo em cativeiro elas ainda apresentam uma alta variabilidade genética.
Palavras-chave Jundiá, Marcador isoenzimático, Variabilidade genética.
Title Genetic variability in species of Rhamdia (Siluriformes, Heptapteridae) used for restocking of rivers of the state of Paraná
Abstract The cultivation of Rhamdia spp, also known as jundiá, it has increased in south of Brazil, because its induced reproduction shows good results and high fecundation rates in repopulation programs. The genetic monitoring of stocks involved in these projects is essential to minimize the genetic changes that may occur as a result of inbreeding, genetic drift and adaptation to cultivation conditions. This study aimed to evaluate the genetic variability in species of Rhamdia spp used in stocking programs of rivers in the state of Paraná through isoenzymatic markers. It was collected 30 individuals of each species, R. branneri, Rhamdia quelen, and R. voulezi in two tanks of fish culture in the state of Paraná. The electrophoresis analysis of 11 systems, among the three species analyzed, it was detected 19 loci, with 60% of polymorphic loci. The values of heterozygosity observed and expected were much above average for fish (0.05). The value of Sewall Wright’s FIS showed that in the average of the three species there is an excess of homozygotes in relation to the expected by the Hardy-Weinberg equilibrium. The data suggest that although the species are reproducing in captivity, they still have a high genetic variability.
Key-words Jundiá, Isoenzymatic markers, Genetic variability, Polymorphism, Heterozygosity
Arquivos
Nome Tamanho
0,00 KB

TESES E DISSERTAÇÕES - Universidade Estadual de Maringá
Desenvolvimento: VIASITE INTERNET