Terça, 21 de maio de 2024.
Busca Rápida (somente por palavras-chave)
    
Dissertação
Título Diferenciação genética de populações do gênero Neoplecostomus (Teleostei: Loricariidae) da bacia do Alto Rio Paraná
Autor Lucena, Ana Luisa Monezi
Unidade Pós-Graduação em Genética e Melhoramento
Área de Concentração Genética e Melhoramento
Orientador Prof. Dr. Erasmo Renesto
Co-Orientador(es) Prof. Dr. Claudio Henrique Zawadzki
Profª Drª Maria Claudia Colla Ruvolo Takasusuki
Banca Examinadora Prof. Dr. Erasmo Renesto
Prof. Dr. Anderson Luis Alves
Prof. Dr. Claudio Henrique Zawadzki
Data de Defesa 23/02/2010
Resumo A Ictiofauna Neotropical de água doce compreende uma rica diversidade de peixes. Os estudos taxonômicos, econômicos e ecológicos são necessários para identificação e conservação de Neoplecostomus e demais espécies desta ictiofauna. Este trabalho teve como objetivo analisar a variabilidade genética de oito populações do gênero Neoplecostomus, de status taxonômico, ainda não definido e comparar com uma espécie já descrita, como Neoplecostomus corumba. Para isso, utilizou-se da técnica de eletroforese de isoenzimas em gel de amido para a análise de seis sistemas enzimáticos (G3PDH, GPI, LDH, IDH, MDH e PGM). Foram detectados 10 loci enzimáticos e 24 alelos, sendo que, quatro alelos foram exclusivos, dois presentes na população de Cachoeira (Gpi-B(b) e Idh(b)) e os demais nas populações de Taquari (Gpi-A (e)) e na de Espraiado (Gpi-A (a)). Todas as populações apresentaram loci polimórficos, com exceção da população de Casca D’Antas. O número médio de alelos por locus variou entre 1,8-1,0. O valor médio do índice FIS (0, 5621) e de FIT (0, 8716) demonstraram excesso de homozigotos e o valor de FST = 0,7067 indicou que as populações são geneticamente diferenciadas uma das outras. As identidades e as distâncias genéticas de Nei calculadas demonstraram que algumas são um tanto diferentes, podendo ser consideradas espécies distintas. O dendograma de UPGMA construído demonstrou que as populações ficaram agrupadas em três conjuntos: Cachoeira+N. corumba+Espraiado, Piranguçu+Jaguari+Monjolinho+Casca D’Antas, e Carandaí+Tamborete. Concluímos, portanto, que os métodos utilizados foram eficazes para diferenciação das populações, refletindo um forte indicativo da presença de, pelo menos, duas espécies diferentes de Neoplecostomus corumba dentre as regiões analisadas do alto da bacia do rio Paraná.
Palavras-chave Aloenzimas, heterozigosidade, varialibilidade genética.
Title Diferentiation genetic sample of Neoplecostomus genus (Teleostei: Loricariidae) from the Upper Paraná River basin- Brazil
Abstract The Neotropical freshwater ichthyofauna comprises a rich diversity of fish. The taxonomic, ecological and economical are needed for identification and conservation of this species Neoplecostomus and other fish species. This study aimed to analyze the genetic variability of eight populations of the genus Neoplecostomus of taxonomic status is not defined and compared with a population of species already described as Neoplecostomus corumba. For this we used the technique of isoenzyme electrophoresis in starch gel for the analysis of six (G3pdh, GPI, LDH, IDH, MDH and PGM) enzyme systems. Were observed in 10 loci and 24 alleles, four alleles were unique, two present in the population of Cachoeira (Gpi-B (b) and Idh (b)) and other populations of Taquari (Gpi-A (e)) and of Espraiado (Gpi-A (a)). All populations showed polymorphic loci, except the population of Casca D’Antas. The average number of alleles per locus to ranged from 1.8-1.0. The average of the index FIS (0.5621) and FIT (0.8716) indicated the homozygote excess and the value of FST = 0.7067 indicated that the populations are genetically too different from each other. Nei’s Genetic Identities and genetic distances estimated demonstrate that some of them are enough different to be considered distinct species. UPGMA dendrogram demonstrated that the populations are grouped into three sets, Cachoeira+N. corumba+Espraiado, Piranguçu+Jaguari+Monjolinho+Casca D’Antas, and Carandaí+Tamborete. We conclude that the methods used were effective for differentiation of populations reflecting a strong indication of the presence of at least two different Neoplecostomus corumba among the regions analyzed the upper of the Paraná River basin.
Key-words alozyme, heterozygosis, genetic variability.
Arquivos
Nome Tamanho
0,00 KB

TESES E DISSERTAÇÕES - Universidade Estadual de Maringá
Desenvolvimento: VIASITE INTERNET