Terça, 21 de maio de 2024.
Busca Rápida (somente por palavras-chave)
    
Dissertação
Título Resistência genética na cultivar Jalo Pintado 2 de feijão comum ao Colletotrichum lindemuthianum
Autor Frias, Angélica Albuquerque Tomilhero
Unidade Pós-Graduação em Genética e Melhoramento
Área de Concentração Genética e Melhoramento
Orientador Maria Celeste Gonçalves Vidigal
Co-Orientador(es) Pedro Soares Vidigal Filho e Giselly Figueiredo Lacanallo.
Banca Examinadora Marco Antonio Aparecido Barelli
Juliana Parisotto Poletine
Data de Defesa 26/02/2014
Resumo A antracnose, causada pelo fungo Colletotrichum lindemuthianum (Sacc.& Magnus) Briosi & Cavara, é a mais difundida e economicamente importante doença fúngica do feijão comum (Phaseolus vulgaris L.). O uso de cultivares resistentes caracteriza-se como um dos métodos mais eficaz no controle desta doença. O presente estudo teve como objetivo caracterizar a resistência genética da cultivar andina de feijão comum Jalo Pintado 2, ao C. lindemuthianum, por meio de teste de herança e alelismo. O experimento foi conduzido em casa de vegetação e no Laboratório de Melhoramento de Feijão Comum e de Biologia Molecular do Núcleo de Pesquisa Aplicada à Agricultura (NUPAGRI). Os resultados de segregação do teste de herança da resistência na geração F2 do cruzamento entre Jalo Pintado 2 (R) × Cornell 49-242 (S) inoculado com a raça 73 de C. lindemuthianum, ajustou-se à razão de 3R:1S. Essa razão evidencia ação de um gene dominante presente na cultivar Jalo Pintado 2. Os testes de alelismo demonstraram que o gene dominante presente na cultivar Jalo Pintado 2 é independente dos genes previamente caracterizados: Co-1, Co-2, Co-3, Co-34, Co-4, Co-42, Co-43, Co-5, Co-6, Co-11, Co-12, Co-13, Co-14, Co-15 e Co-16, além dos genes presentes nas cultivares Paloma, Perla e Amendoim Cavalo ainda não nomeados. Os autores propõem o símbolo Co-17, para nomear o novo gene de resistência à antracnose. Estes resultados serão de elevada contribuição para os programas de melhoramento, uma vez que a cultivar Jalo Pintado 2 destaca-se como uma importante fonte de resistência andina à antracnose.
Palavras-chave Antracnose, Herança da resistência, Phaseolus vulgaris
Title
Abstract The anthracnose caused by fungus Colletotrichum lindemuthianum (Sacc. & Magnus) Briosi & Cavara is the most widespread and economically important fungal disease of common bean (Phaseolus vulgaris L.). The use of resistant cultivars is characterized as one of the most effective methods in controlling this disease. The present study aimed to characterize the genetic resistance of the Andean common bean cultivar Jalo Pintado 2 to the C. lindemuthianum by inheritance and allelism tests. The experiment was conducted in a greenhouse and at the Laboratório de Melhoramento de Feijão Comum e Biologia Molecular do Núcleo de Pesquisa Aplicada à Agricultura (NUPAGRI). The results of segregation of the inheritance test of resistance in the F2 generation of the cross between Jalo Pintado 2 (R) × Cornell 49-242 (S) inoculated with race 73 of C. lindemuthianum adjusted the ratio of 3R: 1S. This rate shows an action of one dominant gene in this cultivar Jalo Pintado 2. The allelism tests showed that the dominant gene in this cultivar Jalo Pintado 2 is independent of the genes previously characterized: Co-1, Co-2, Co-3, Co-34, Co-4, Co-42, Co-43, Co-5, Co-6, Co-11, Co-12, Co-13, Co-14, Co-15 and Co-16, besides the genes present in cultivars Paloma, Perla and Amendoim Cavalo not yet named. The authors propose the Co-17 symbol to name the new gene for resistance to anthracnose. These results will be high contribution to the breeding programs, since cultivar Jalo Pintado 2 stands out as a major source of Andean resistance to anthracnose.
Key-words Anthracnose, Inheritance of resistance, Phaseolus vulgaris
Arquivos
Nome Tamanho
0,00 KB

TESES E DISSERTAÇÕES - Universidade Estadual de Maringá
Desenvolvimento: VIASITE INTERNET