Terça, 28 de maio de 2024.
Busca Rápida (somente por palavras-chave)
    
Dissertação
Título Caracterização, divergência genética e estrutura populacional de cultivares tradicionais de mandioca-de-mesa coletadas na Região Sul de Minas Gerais.
Autor Gonçalves, Tiago Maretti
Unidade Pós-Graduação em Genética e Melhoramento
Área de Concentração Genética e Melhoramento
Orientador Prof. Dr. Pedro Soares Vidigal Filho
Co-Orientador(es) Dra. Maria Celeste Gonçalves Vidigal and Dra. Gisely Figueiredo Lacanallo.
Banca Examinadora Profª Drª Maria Celeste Gonçalves-Vidigal
Dr. Marcus Vinícius Kvitschal
Data de Defesa 22/08/2014
Resumo A primeira etapa do presente trabalho, teve como objetivo a caracterização da divergência genética a partir de 51 cultivares tradicionais de mandioca-de-mesa coletadas em quatro localidades da região Sul do Estado de Minas Gerais. Foi utilizado 15 caracteres morfológicos analisados a partir de variáveis multicategóricas e sete caracteres quantitativos analisados pelo método da Distância Euclidiana Média dos quais foram geradas matrizes de dissimilaridade e similaridade genética entre os acessos avaliados. Na análise de agrupamento foi utilizada o método do Vizinho mais Próximo – UPGMA. Pela análise dos descritores morfológicos qualitativos houve a formação de 6 grupos distintos, sendo que os acessos BGM 674, BGM 686 e BGM 690 foram os mais divergentes e as combinações entre BGM 640 x BGM 690, BGM 647 x BGM 690, BGM 675 x BGM 690, BGM 678 x BGM 690 e BGM 680 x BGM 690 são consideradas como as mais promissoras para um futuro programa de melhoramento genético. Para os descritores quantitativos houve a formação de 7 grupos distintos, e os acessos BGM 655, BGM 640, BGM 660 e BGM 690 foram os mais divergentes, sendo que as combinações mais promissoras indicadas em um futuro programa de melhoramento genético são entre os parentais BGM 675 x BGM 690 e BGM 690 x BGM 660. Na segunda etapa deste trabalho houve a aplicação de 20 marcadores microssatélites. Todos os loci analisados foram considerados polimórficos com uma média de 3,4 alelos por locus. O valor médio de PIC indicou que os marcadores foram em sua maioria medianamente informativos, sendo que os loci com maiores valores de PIC foram GA 127, SSRY 21, SSRY 28 e GA 57 com valores de 0,6763; 0,6273; 0,5456 e 0,5236 respectivamente. No que se relaciona a heterozigosidade, o valor médio de 0,6487 foi considerado alto e os loci SSRY 51, SSRY 19, GA 140 e GA 131 foram os que apresentaram maior valor, igual a 1,0. Com relação a diversidade genética, a média obtida foi de 0,4810, variando entre 0,0968 para GA 136 e 0,7270 para GA 127. Dentre os acessos mais divergentes, destacaram-se BGM 684, BGM 655, BGM 647, BGM 660, sendo acessos considerados viáveis para um futuro programa de melhoramento genético. A estrutura populacional revelou-se bastante heterogênea com quatro grupos baseados nas metodologias da distância genética de C.S. Chord e pelo método probabilístico. Deste modo os 20 primers avaliados apresentaram resultados satisfatórios considerando a diversidade genética e a estrutura populacional presentes em cultivares tradicionais de mandioca-de-mesa coletadas da Região Sul do Estado de Minas Gerais.
Palavras-chave Manihot esculenta, marcadores moleculares SSR, diversidade genética, marcadores morfo-agronômicos
Title
Abstract The first step of this work aimed to characterize the genetic divergence between 51 traditional cassava cultivars collected from four locations in the Southern region of Minas Gerais. Fifteen morphological characters analyzed from multicategoric variables and seven quantitative characters analyzed by the method of Average Euclidean distance which dissimilarity matrices and genetic similarity among accessions were generated was used. The Nearest Neighbor-UPGMA method was used as cluster analysis. For the analysis of qualitative morphological descriptors was the formation of six distinct groups, with the BGM 674, BGM 686 and BGM 690 hits were the most divergent and combinations between BGM 640 x BGM 690, BGM 647 x BGM 690, BGM 675 x BGM BGM 690, BGM 678 x BGM 690 and BGM 680 x BGM 690 are considered as the most promising for a future breeding program. For quantitative descriptors was the formation of seven distinct groups, and the BGM 655, BGM 640, BGM 660 and BGM 690 hits were the most divergent, with the most promising combinations indicated in a future breeding program are between parental BGM 675 x BGM 690 and BGM 690 x BGM BGM 660. In the second step of this work was the application of 20 microsatellite markers. All were considered polymorphic loci analyzed with an average of 3,4 alleles per locus. The average value of PIC indicated that the markers were mostly mildly informative, and the loci with higher PIC were 127 GA, 21 SSRY, SSRY 28 and GA 57 with values of 0,6763; 0,6273; 0,5456 and 0,5236 respectively. As it relates to heterozygosity, the mean value of 0,6487 was considered high and SSRY 51, SSRY 19, GA 140 and GA 131 loci were those with the highest value, equal to 1.0. With respect to genetic diversity, the average was 0,4810 ranging from 0,0968 to 0,7270 for GA 136 and GA 127 Among the most divergent accessions, stood 684 BGM, BGM 655, 647 BGM, BGM 660, which accesses considered viable for a future breeding program. Population structure proved to be quite heterogeneous with four groups based on the methodologies of CS Chord genetic distance and the probabilistic method. Thus, the 20 primers evaluated showed satisfactory results considering the genetic diversity and population structure present in traditional cassava cultivars collected from the Southern Region of Minas Gerais State.
Key-words Manihot esculenta, SSR molecular markers, genetic diversity, morphological and agronomic markers.
Arquivos Nenhum arquivo encontrado!

TESES E DISSERTAÇÕES - Universidade Estadual de Maringá
Desenvolvimento: VIASITE INTERNET