Terça, 21 de maio de 2024.
Busca Rápida (somente por palavras-chave)
    
Dissertação
Título Descrição da sintomatologia e análise da proteína kin 17 em lagartas de Bombix mori submetidas à intoxicação pelo inseticida Chlorantraniliprole
Autor Pessini, Graziele Milani
Unidade Pós-Graduação em Genética e Melhoramento
Área de Concentração Genética e Melhoramento
Orientador Prof. Dr. Maria Aparecida Fernandez
Co-Orientador(es) Dra Ana Silvia Lapenta e Dra Priscilla Ayleen Bustos Mac-Lean
Banca Examinadora Profª Drª Ana Silvia Lapenta
Profª Drª Priscilla Ayleen Bustos Mac-Lean
Data de Defesa 30/10/2014
Resumo A pulverização aérea de um novo inseticida, cujo princípio ativo é o Chlorantraniliprole, em plantações próximas a áreas de amoreiral, tem causado danos aos produtores de bicho-da-seda, Bombyx mori. Neste trabalho, foi avaliado o efeito do inseticida Chlorantraniliprole em lagartas de diferentes idades de B. mori. Diferentes doses do inseticida foram aplicadas por imersão em folhas de amoreira e, em seguida, disponibilizadas para a nutrição das lagartas. Foi observado 100% de mortalidade das lagartas em concentrações elevadas de 0,2 e 0,1 ppm de Chlorantraniliprole. Além disso, sintomas como a parada de alimentação, vômitos, desenvolvimento irregular e ecdise irregular, foram frequentes. Outros sintomas comuns em concentrações subletais (0,025, 0,0125, 6,25 x 10-3, 3,13 x 10-3 e 1,57 x 10-3 ppm) foram a presença de fezes em rosário e a produção de casulos de casca fina. A análise histológica revelou que o Chlorantraniliprole provoca profundas alterações morfológicas na parede intestinal, tanto no epitélio de revestimento, como na musculatura associada, afetando a função fisiológica do órgão e a sobrevivência do inseto. Os resultados obtidos na imunodetecção com anticorpo contra a proteína kin17 em tecidos larvais de B. mori demonstrou que não houve expressão desta proteína, tanto em tecidos provenientes de lagartas controle como de lagartas intoxicadas a 0,025 ppm do inseticida, isto sugere que, em B. mori, a kin17 não deve estar envolvida com processos de estresse celular por intoxicação dessa classe química do inseticida testado. Dessa maneira, podemos concluir que elevadas concentrações do inseticida Chlorantraniliprole causa significativas taxas de mortalidade, afetando o desenvolvimento das lagartas de B. mori e reduzi, nas concentrações subletais, a quantidade de casulos normais.
Palavras-chave Bicho-da-seda, Chlorantraniliprole, kin17, sintomas, mortalidade.
Title
Abstract Chlorantraniliprole is the main compound of a new insecticide and its aerial spraying near mulberry plantations has been caused several damages to the silkworm (Bombyx mori) producers. In this work, the effects of Chlorantraniliprole insecticide were analyzed in different instars of B. mori larvae. Different doses of the insecticide were administrated by immersion of the mulberry leaves and then offered to the larvae. Were observed that, in high concentration of Chlorantraniliprole (0,2 ppm and 0,1 ppm), the mortality rate of larvae were 100%. Besides, symptoms such as feeding cessation, regurgitation, late development and incomplete ecdysis were frequent. Other common symptoms in sub-lethal concentrations (0,025, 0,0125, 6,25 x 10-3, 3,13 x 10-3 e 1,57 x 10-3 ppm) were rosary-shaped excrements and production of thin-shelled cocoons. The histological analysis revealed that Chlorantraniliprole cause serious morphological changes in the internal midgut, both to the epithelial coating and its associate muscles, modifying its physiological functions and the insect survival. The results obtained in immunodetection, using the antibody against kint17 protein in larval tissue of B. mori,showed that there was no expression of this protein, both in larval tissue of the control group and the larvae intoxicated with 0,025 ppm of the insecticide, this results suggests that, in B. mori, kin17 protein must be associated only in process of cellular stress. Thus, we can conclude that Chlorantraniliprole,in high concentration, caused high mortality rates, affect the larvae development in B. mori and the amount of regular cocoons were reduced in the sub-lethal concentrations.
Key-words Silkworm, Chlorantraniliprole, kin17, symptoms, mortality
Arquivos
Nome Tamanho
0,00 KB

TESES E DISSERTAÇÕES - Universidade Estadual de Maringá
Desenvolvimento: VIASITE INTERNET