Terça, 05 de março de 2024.
Busca Rápida (somente por palavras-chave)
    
Dissertação
Título Reação de linhagens endogâmicas recombinantes de feijão comum às raças 65 e 73 de Colletotrichum lindemuthianum
Autor Pelembe, Alexandre Ernesto
Unidade Pós-Graduação em Genética e Melhoramento
Área de Concentração Genética e Melhoramento
Orientador Pedro Soares Vidigal Filho
Co-Orientador(es) Maria Celeste Gonçalves-Vidigal
Giselly Figueiredo Lacanallo.
Banca Examinadora Maria Celeste Gonçalves Vidigal
Doutora Giselly Figueiredo Lacanallo
Doutor Deonisio Destro
Data de Defesa 10/12/2015
Resumo Linhagens endogâmicas recombinantes são populações oriundas de autofecundação de F2 em gerações avançadas e tem grande importância na construção de mapas de ligação. A existência de variabilidade genética bem como a manutenção da estrutura de populações são fundamentais para a detecção de associação entre marcadores moleculares e loci que controlam caracteres qualitativos ou quantitativos. Os objetivos do presente trabalho foram caracterizar fenotipicamente a população de linhagens endogâmicas recombinantes (RIL’s) provenientes do cruzamento Rudá × AND 277 quanto à reação as raças 65 e 73 de Colletotrichum lindemuthianum, e avaliar os padrões de herança de caracteres morfológicos relacionados ao hábito de crescimento, cor da flor, cor do tegumento, cor do grão e cor de listras de semente. Estas RIL’s foram desenvolvidas pelo grupo de pesquisa da Universidade Federal de Viçosa, onde 500 plantas F2 do cruzamento Rudá × AND 277 foram conduzidas até a geração F12 usando o método SSD (descendente de uma única semente) e foram selecionadas aleatoriamente 393 RIL’s. As análises fenotípicas revelaram que as RIL’s co-segregaram para ambas às raças de Colletotrichum lindemuthianum. Para a raça 65, as RIL’s apresentaram indíce de patogenicidade de 48,60%, enquanto que para a raça 73 este índice foi de 48,35%. As raças 65 e 73 de Colletotrichum lindemuthianum, bem como as características morfológicas hábito de crescimento e cor da flor apresentaram herança monogênica sendo governadas por apenas um gene. As RIL’s oriundas do cruzamento AND 277 × Rudá apresentam potencial para o desenvolvimento de um mapa consenso para feijão comum, e podem ser utilizadas para mapeamento genético e detecção de QTL’s.
Palavras-chave feijão comum, RIL’s, C. lindemuthianum, Rudá, AND 277
Title
Abstract Recombinants inbred lines (RIL’s) are populations obtained from an F2 generation by successive self-pollinations in advanced generations and are useful for bulding linkage maps. The existence of genetic variability and the maintainance the population genetic structure for are essential for detection of the association between molecular markers and controlling quantitative or qualitative traits loci. Thus, the objective of this research was to featuring a population of recombinant inbred lines (RIL’s) from crossing of Rudá × AND 277 in reaction to 65 and 73 races of Colletotrichum lindemuthianum and to evaluate the morphological inheritance paterns related to growth habit, flower, tegument, and stripes colours. These RIL’s were development by the Universidade Federal de Viçosa, 500 F2 plants from Rudá and AND 277 crossing were carried out up to F12 generation using SSD (Single Seed Descent) and 393 RIL’s were randomly selected. The 393 RIL’s and parents were characterized in the greenhouse for their reaction to 65 and 73 of Colletotrichum lindemuthianum, the causal agent of anthracnose. The phenotypic analysis revealed that RIL's co-segregate for both races of C. lindemuthianum. For the race 65, RIL’s presented 48.60% of pathogenicity index while the race 73 presented 48.35% of pathogenicity index. The races 65, 73 of anthracnose as well as the growth habit and flower color presented monogenic inheritance being governed by a single gene. The recombinants inbred lines derived from the cross Rudá × AND 277 have potential for the development of a consensus map of common bean, reason why should be used in the genetic mapping and QTL detection.
Key-words Commom bean, RIL’s, C. lindemuthianum, Rudá, AND 277
Arquivos
Nome Tamanho
0,00 KB

TESES E DISSERTAÇÕES - Universidade Estadual de Maringá
Desenvolvimento: VIASITE INTERNET