Quinta, 25 de abril de 2024.
Busca Rápida (somente por palavras-chave)
    
Tese
Título Mapeamento do gene de resistência ao Colletotrichum lindemuthianum na cultivar Amendoim Cavalo de feijão comum
Autor Gilio, Thiago Alexandre Santana
Unidade Pós-Graduação em Genética e Melhoramento
Área de Concentração Genética e Melhoramento
Orientador Maria Celeste Gonçalves Vidigal
Co-Orientador(es) Marcial Antonio Pastor-Corrales.
Banca Examinadora Deonisio Destro
Oscar P. Hurtado Gonzales,
Marcial A. Pastor-Corrales
Qijian Song,
Data de Defesa 04/12/2017
Resumo O patógeno causador da antracnose no feijão comum, Colletotrichum lindemuthianum (Sacc e Magnus) Briosi e Cavara, possui uma ampla diversidade patogênica, a qual pode resultar em perdas de até 95% à desta cultura. A cultivar Andina Amendoim Cavalo possui um amplo espectro de resistência ao fungo C. lindemuthianum, o que a torna uma importante fonte de resistência ao fitopatógeno causador da antracnose. O objetivo deste trabalho foi realizar um mapeamento genético refinado do gene de resistência presente em Amendoim Cavalo, previamente nomeado como Co-AC, bem como a identificação de marcadores ligados ao mesmo. A análise genética dos dados foi realizada por meio das populações F2 obtidas dos cruzamentos Amendoim Cavalo (R)  PI 207262 (S) e Amendoim Cavalo (R)  G2333 (S). Estas populações foram inoculadas com a raça 3481 de C. lindemuthianum, e os resultados revelaram que a cultivar Amendoim Cavalo possui resistência governada por um gene único e dominante para esta raça. A genotipagem destas populações F2 também demonstrou que o gene de resistência à antracnose, presente em Amendoim cavalo (Co-AC), está localizado no grupo de ligação Pv01 entre os marcadores SNPs SS56 (49.895.862 pb) e SS92 (50.527.126 pb). Consequentemente, estes dois marcadores flanqueando o gene Co-AC foram utilizados para genotipar 660 plantas F3, oriundas de 57 famílias F2:3 heterozigotas ou com eventos de recombinação, a partir do cruzamento Amendoim Cavalo × PI 207262. Destas 660 plantas F3, apenas 77 delas apresentaram recombinação genotípica entre os marcadores SS56 e SS92. Assim sendo, novos marcadores SNP (n=9) foram desenhados para saturar a região genômica contendo o lócus Co-AC. Desta forma, o lócus de resistência Co-AC foi posicionado entre os novos marcadores SNP SS102 e SS165, nas respectivas posições genômicas 50.377.247 pb e 50.386.692 pb, abrangendo uma região genômica de aproximadamente 9,445 Kpb. Segundo o genoma de referência, G 19883, a região genômica de 9,445 Kpb contêm três modelos gênicos candidatos. Os resultados deste trabalho revelaram que o gene Co-AC está posicionado em uma região diferente daquelas em que outros genes já foram identificados no grupo de ligação Pv01. Desta forma, conclui-se que os marcadores SS102 e SS165 serão ferramentas importantes para realizar a transferência de genes de resistência à antracnose para cultivares comerciais em Programas de Melhoramento do feijão comum.

Palavras-chave Phaseolus vulgaris L., Simple Sequence Repeats (SSR), Single Nucleotide Polymorphism (SNP).
Title
Abstract The common bean anthracnose pathogen, Colletotrichum lindemuthianum (Sacc. and Magnus) Briosi and Cavara, is known for its enormous virulence diversity and devastating losses in the common bean yield. Amendoim Cavalo is an Andean cultivar that exhibits a broad and unique spectrum of resistance to C. lindemuthianum. A high-resolution genetic mapping of the resistance gene in Amendoim Cavalo, and the development of linked markers to this gene, will be a great contribution for the common bean breeding. Genetic mapping analysis of F2 populations derived from the crosses Amendoim Cavalo (R) × PI 207262 (S) and Amendoim Cavalo (R) × G2333 (S), inoculated with race 3481 of the C. lindemuthianum, demonstrated that Amendoim Cavalo has a single dominant gene, provisionally named Co-AC. The genotyping of these F2 populations revealed that Co-AC locus is positioned between SNP markers SS56 (49,895,862 bp) and SS92 (50,527,176 bp). To explore additional recombinant events, Co-AC flanking markers SS56 and SS92 were chosen to screen 660 F3 plants from 57 F2:3 families of Cavalo × PI 207262 cross. For that, nine new markers were specifically designed for the region containing Co-AC locus, and consequently used to screen 77 F3 plants, which contained recombination events between the SNP markers SS56 and SS92. Co-AC resistance locus was positioned between SNP markers SS102 and SS165 at a physical position of 50,377,247 bp and 50,386,692 bp, spanning a region of 9.445 Kbp. This genomic region revealed the presence of three candidate genes linked to those markers, according to the common bean reference genome G19833. Markers SS102 and SS165 will be extremely useful for marker assisted selection to transfer Co-AC gene into elite cultivars.
Key-words Phaseolus vulgaris L., Simple Sequence Repeats (SSR), Single Nucleotide Polymorphism (SNP).
Arquivos
Nome Tamanho
557,91 KB

TESES E DISSERTAÇÕES - Universidade Estadual de Maringá
Desenvolvimento: VIASITE INTERNET