Quarta, 29 de novembro de 2023.
Busca Rápida (somente por palavras-chave)
    
Tese
Título Herança das características morfológicas, dos componentes da produtividade e da capacidade de expansão em cruzamentos de milho pipoca com milho comum.
Autor Junior, Omar Possato
Unidade Pós-Graduação em Genética e Melhoramento
Área de Concentração Genética e Melhoramento
Orientador Ronald Jose Barth Pinto
Co-Orientador(es) Carlos Alberto Scapim
Banca Examinadora Ronald Jose Barth Pinto
Marcos Ventura Faria
Osnil Alves Camargo Junior
Carlos Alberto Scapim
Hugo Zeni Neto
Data de Defesa 30/04/2018
Resumo O milho pipoca (Zea mays var. everta) no Brasil é destinado em sua totalidade ao consumo humano, sendo o Brasil o segundo maior consumidor mundial. Apesar do grande consumo, o melhoramento da cultura no Brasil é pouco desenvolvido, em que a cultura apresenta problemas tanto nas características morfológicas, produtividade e qualidade (capacidade de expansão baixa). Neste contexto o presente trabalho teve como objetivo identificar qual a magnitude e natureza genética de características agronômicas: altura de planta e espiga, componentes de produtividade: número de fileiras e de grãos por fileira das espigas, diâmetro e comprimento de espiga, massa de espiga despalhada e qualidade: capacidade de expansão. Por meio do cruzamento entre linhagens de milho comum e milho pipoca, e por meio da análise de geração segregante e não-segregante. Avaliou-se quatro cruzamentos entre milho comum e milho pipoca 29.109 x P9.4.6; 70H26.1 x P9.4.6; 60H23.1 x P9.4.6; 53H20.2 x GP 13, em dois ambientes em Maringá-PR. Os tratamentos consistiram das seis gerações P1, P2, F1, F2, RC11 e RC12. O delineamento experimental utilizado foi de blocos completos, com tratamentos casualizados, com três repetições. Foram avaliadas: Altura de planta (AP), Altura de inserção de espiga (AE), Número de fileiras por espigas (NFE), Número de grãos por fileira (NGF), Comprimento de espigas (CES), Diâmetro da espiga (DES), Massa de espiga despalhada (MED) e Capacidade de expansão (CE). Os efeitos gênicos foram estimados conforme Marther e Jinks, (1974). As análises estatísticas foram realizadas utilizando-se o software Genes. Os efeitos genéticos, aditivo, não aditivo e epistático, atuam no controle da altura de planta e espiga. Os efeitos genéticos, aditivo e não aditivos atuam em conjunto no controle das características dos componentes de produtividade e capacidade de expansão. O efeito aditivo é responsável pela expressão dos componentes de produtividade na maioria dos experimentos. O efeito de natureza aditiva é responsável por maior magnitude da expressão da capacidade de expansão. A magnitude genética da capacidade de expansão do milho pipoca é dependente do germoplasma utilizado.
Palavras-chave Efeito aditivo; Análise de geração; Magnitude; Natureza genética
Title
Abstract Popcorn (Zea mays var. everta) in Brazil is destined in its entirety to human consumption, Brazil being the second largest consumer. Despite the high consumption, crop breeding in Brazil is undeveloped, in which the crop presents problems both in morphological characteristics, productivity and quality (low popping expansion). However the present work had as objective to identify the magnitude and genetic nature of agronomic characteristics: height of plant and ears, productivity components: number of rows and grains per row of ears, ear diameter and length, mass of husked ears and quality: popping expansion, from the crossing between common corn lines and popcorn corn, through the analysis of segregating and nonsegregating generation. Four crosses were evaluated between common corn and popcorn 29.109 x P9.4.6; 70H26.1 x P9.4.6; 60H23.1 x P9.4.6; 53H20.2 x GP 13, in two environments in Maringá-PR. The treatments consisted of the six generations P1, P2, F1, F2, RC11 and RC12. The experimental was of randomized complete blocks design with three replications. were evaluated: height of plant (HP), height of ears (HE), number rows of ears (NRE), number of grains per row of ears (NG), ear diameter (ED), ear length (EL), mass of husked ears (MHE) and popping expansion (PE). Gene effects were estimated according to Marther and Jinks, (1974). Statistical analyzes were performed using Genes software. The additive, non-additive and epistatic genetic effects act on the control of plant height and ear. The genetic, additive and non-additive effects act together in control the components of productivity characteristics and expansion capacity. The additive effect is accountable for the expression of the productivity components in most experiments. The additive nature effect is accountable for a greater magnitude of the popping expansion expression. The genetic magnitude of popcorn popping expansion is dependent on the germplasm used.
Key-words Additive effect; Generation analysis; Magnitude and genetic nature
Arquivos
Nome Tamanho
516,56 KB

TESES E DISSERTAÇÕES - Universidade Estadual de Maringá
Desenvolvimento: VIASITE INTERNET