Sexta, 19 de agosto de 2022.
Busca Rápida (somente por palavras-chave)
    
Dissertação
Título Toxicidade e análise genética de abelhas Scaptotrigona bipunctata Lepeletier, 1836 (Hymenoptera, Meliponini) contaminadas com inseticida cipermetrina
Autor Pereira, Naiara Climas
Unidade Pós-Graduação em Genética e Melhoramento
Área de Concentração Genética e Melhoramento
Orientador Maria Claudia Colla Ruvolo Takasusuki
Co-Orientador(es) Claudete Aparecida Mangolin
Maria de Fátima Pires da Silva Machado
Banca Examinadora Maria Claudia Colla Ruvolo Takasusuki
Adriana Gonela
Thaís Souto Bignotto
Data de Defesa 15/02/2017
Resumo As abelhas sem ferrão são importantes polinizadores de áreas de mata nativa das regiões tropicais e subtropicais, com predominância na América Latina. No Brasil são descritas mais de 300 espécies em 27 gêneros. Seus ninhos são construídos por uma grande variedade de estruturas, formatos e materiais e suas colônias são formadas por um número variado de indivíduos. Scaptotrigona bipunctata (Lepeletier, 1836) é uma espécie de abelha sem ferrão, popularmente conhecida como tubuna ou canudo, que constrói grandes ninhos dentro de troncos de árvores. Possuem importância ecológica como polinizadores, sendo relevantes na manutenção da diversidade florística e do equilíbrio ecológico. Entretanto, estudos apontam que as abelhas vêm diminuindo drasticamente ao longo dos anos devido à destruição de habitats e uso intensivo de agrotóxicos. Altas concentrações de agrotóxicos podem ocasionar a morte das abelhas, porém baixas concentrações podem promover alterações comportamentais que afetam todo funcionamento da colmeia e, consequentemente, seus serviços ao ecossistema e às culturas agrícolas. Do total de inseticidas consumidos no Brasil, cerca 40% deles são considerados tóxicos para as abelhas. O inseticida cipermetrina, pertencente ao grupo dos piretroides é largamente utilizado, por apresentar características favoráveis, como baixa toxicidade em mamíferos, baixo impacto ambiental, efetividade contra um largo espectro de insetos e necessidade de baixas quantidades para exercer sua ação. O objetivo do presente estudo foi investigar a mortalidade e alteração da expressão das isoenzimas esterases em abelhas S. bipunctata após contaminação por ingestão e por contato com cipermetrina. As abelhas operárias adultas foram coletadas na entrada de caixas comerciais e então intoxicadas por ingestão e contato. Não houve alta taxa de mortalidade para o bioensaio de ingestão, porém para o bioensaio de contato a mortalidade foi maior. Extratos individuais de cabeça/tórax foram preparados, utilizando-se como solução de extração glicerol 10% com -mercaptoetanol 0,1%. A visualização das esterases foi feita por meio de eletroforese PAGE. Os resultados observados mostraram que houveram alterações na expressão das isoenzimas esterases após intoxicação de S. bipunctata por cipermetrina, tanto através de ingestão como por contato. Também foram analisadas as proteínas totais e igualmente se mostraram alteradas após os bioensaios. A análise por meio de citoquímica permitiu observar que não há alteração na estrutura da cromatina dos neurônios das abelhas S. bipunctata após contaminação por com cipermetrina. A padronização da extração de RNA e síntese de cDNA para S. bipunctata para posterior utilização na técnica de PCR em tempo real foi realizada com sucesso. Essa técnica será útil para análise da expressão de genes de detoxificação, como por exemplo hsp90, hsp70 e p450. Finalmente, podemos concluir que S. bipunctata mostrou certa resistência ao inseticida cipermetrina, apresentando baixa taxa de mortalidade, porém exibiu efeitos subletais, como tremores e dificuldade no voo, sendo prejudicial para as colônias.
Palavras-chave Abelhas sem ferrão; Esterases; Proteínas
Title
Abstract Stingless bees are important pollinators for native forest of tropical and subtropical regions, predominantly in Latin America. Constitutes a group with more than 300 species, many of them native from Brazil. Their nests present a great variety of structures, formats and materials and their colonies have a varied number of individuals. Scaptotrigona bipunctata (Lepeletier, 1836) is a species of stingless bee, that builds large colonies within tree trunks. They show an ecological importance as pollinator, being relevant in diversity maintenance ecological balance. However, studies indicate that bees have been decreasing drastically over the years due to habitat destruction and intensive use of agrochemicals. High doses of insectsides can lead to bees death, but low concentrations may promote behavioral changes that affect colonies functioning and its services to ecosystem and agricultural crops. Around 40% of all insecticides consumed in Brazil are considered toxic to bees. Cypermethrin insecticid belongs to pyrethroid group and is widely used, because it has characteristics such as, low toxicity in mammals, low environmental impact, effectiveness against a broad spectrum of insects and low need for action. The aim of this study is to investigate mortality and alterations in esterase expression in S. bipunctata bees after intoxication by ingestion and contact with cypermethrin. Adult workers were collected from commercial boxes and then intoxicated by ingestion and contact. There were no high mortality rates for ingestion bioassay, however for contact bioassay had higher mortality. Extracts from head/thorax were prepered using extraction buffer (10% glycerol + 0.1% - mercaptoethanol). Esterase were visualized in electrophoresis gel. Results showed that esterases expression were altered after cypermethrin intoxication, both by ingestion and by contact. Total protein expression were analyzed too, and also have undergone changes after bioassays. Cytochemical analysis showed that there is no change in chromatin structure of S. bipunctata neurons cypermethrin intoxication. The standardization of RNA extraction and confection of cDNA for S. bipunctata for later use in the real-time PCR technique was performed successfully. This technique will be useful to analyse expression of detoxification genes in S. bipunctata, for instance hsp90, hsp70 and p450. Finally, it was determined that S. bipunctata showed some resistance to cypermethrin insecticide, presenting a low mortality rate, but showed sublethal effects, such as tremors and flight difficulty, being harmful to the colonies.
Key-words Stainless bee; Esterase; Protein
Arquivos
Nome Tamanho
818,85 KB

TESES E DISSERTAÇÕES - Universidade Estadual de Maringá
Desenvolvimento: VIASITE INTERNET