Sexta, 19 de agosto de 2022.
Busca Rápida (somente por palavras-chave)
    
Dissertação
Título Análise da divergência genética de linhagens de milho forrageiro utilizando marcadores microssatélites
Autor Dias, Maria Fernanda de Souza
Unidade Pós-Graduação em Genética e Melhoramento
Área de Concentração Genética e Melhoramento
Orientador Ronald José Barth Pinto
Co-Orientador(es) Carlos Alberto Scapim
Maria de Fátima Pires da Silva Machado
Banca Examinadora Carlos Alberto Scapim
Rafael Egea Sanches
Hugo Zeni Neto
Data de Defesa 26/02/2018
Resumo No presente trabalho utilizou-se marcadores moleculares para avaliar a diversidade genética entre linhagens de milho forrageiro, afim de, fornecer dados úteis para auxiliar na seleção de genitores promissores para a obtenção de híbridos com maior heterose. Foram estudadas 20 linhagens de milho forrageiro pertencente ao Banco de Germoplasma de Milhos Especiais da Universidade Estadual de Maringá, das quais foram obtidas dois híbridos simples comerciais, o SG6015 e P30F53. Foram testados 195 pares de primers SSR, dos quais 67 foram polimórficos. Dentre os polimórficos, 32 foram selecionados para o estudo em questão.Com estes primers, foram identificados 93 alelos nos 32 locos estudados. O número de alelos por loco variou entre 2 e 5, com um número médio de alelos por loco polimórfico de 2,91. O valor médio do conteúdo de informação de polimorfismo (PIC) foi de 0,453, variando de 0,106 a 0,698, sendo que os primers Bnlg 1805, Bnlg 1297, Umc 2214 e Mmc 0181 apresentaram alto PIC, portanto são primers promissores para detectar polimorfismo em milho forrageiro. Foi evidente a ocorrência de alelos exclusivos, a linhagem 2 apresentou dois alelos exclusivos, para o loco Umc 1137 (alelo 3), com uma e para o loco Umc 2408 (alelo 1) e a linhagem H apresentou um o alelo exclusivo 3, no loco Umc2410. A diversidade genética, calculada pela distância genética de Rogers, destacou a maior identidade genética entre as linhagens 9 x A (0,747) e a menor entre as linhagens 6 x 7 (0,313). O dendrograma, obtido pelo método UPGMA, indicou a formação de três grupos, enquanto que o método de Tocher indicou a formação de oito grupos. Por meio do presente estudo pode-se supor que os cruzamentos entre as linhagens A x 9, D x 1, E x 2, E x 4, F x 5, I x 6, I x 7, C x 8 e C x 10 gerariam híbridos superiores de milho forrageiro devido à alta diversidade genética entre as linhagens genitoras.
Palavras-chave Zea mays L.; Forragem; SSR
Title
Abstract In the present work, molecular markers were used to evaluate the genetic diversity among forage maize lines, in order to provide useful data to assist in the selection of promising parents to obtain hybrids with high heterosis. Twenty lines of forage maize belonging to the Germplasm Bank of Special Corns of the State University of Maringá were studied, from which two commercial simple hybrids SG6015 and P30F53. 195 pairs of SSR primers were tested, of which 67 were polymorphic. Among the polymorphic, 32 were selected for the study in question. With these primers, 93 alleles were identified in the 32 loci studied. The number of alleles per locus ranged from 2 to 5, with an average number of alleles per polymorphic locus of 2.91. The mean value of the polymorphism information content (PIC) was 0.453, ranging from 0.106 to 0.698, and the Bnlg 1805, Bnlg 1297, Umc 2214 and Mmc 0181 primers showed high PIC, therefore they are promising primers to detect polymorphism in maize forage. The presence of exclusive alleles was evident, line 2 presented two exclusive alleles for the locus Umc 1137 (allele 3), with one and for the locus Umc 2408 (allele 1) and the lineage H presented an exclusive allele 3 in the locus Umc2410. The genetic diversity calculated by the genetic distance of Rogers highlighted the greater genetic identity between the 9 x A (0.747) and the smaller 6 x 7 (0.313) lines. The dendrogram, obtained by the UPGMA method, indicated the formation of three groups, while the Tocher method indicated the formation of eight groups. In the present study, we can suppose that crossings between line A x 9, D x 1, E x 2, E x 4, F x 5, I x 6, I x 7, C x 8 and C x 10 , would generate higher hybrids of forage corn, due to the high genetic diversity among the maize lines.
Key-words Zea mays L.; Forage; SSR
Arquivos
Nome Tamanho
18,59 KB

TESES E DISSERTAÇÕES - Universidade Estadual de Maringá
Desenvolvimento: VIASITE INTERNET