Quarta, 24 de abril de 2024.
Busca Rápida (somente por palavras-chave)
    
Dissertação
Título Efeitos toxicológicos, morfológicos e citoquímicos causados pelo agroquímico Fastac Duo em Apis mellifera africanizadas F4 tolerantes a neonicotinoide
Autor Rocha, Roger Alves da
Unidade Pós-Graduação em Genética e Melhoramento
Área de Concentração Genética e Melhoramento
Orientador Maria Claudia Colla Ruvolo Takasusuki
Co-Orientador(es) Claudete Aparecida Mangolin
Maria de Fatima Pires da Silva Machado
Banca Examinadora Adriana Aparecida Sinópolis Gigliolli
Ricardo de Oliveira Orsi
Data de Defesa 19/02/2020
Resumo A agricultura é uma das principais bases da economia brasileira, sua produção de cereais, leguminosas e oleaginosas bate recordes. Essa grande produtividade necessita de manejo e cuidados para se manter. Devido à ocorrência de pragas há a necessidade de utilização de agroquímicos, que além do seu efeito direto matando insetos praga, também afeta a viabilidade de insetos benéficos as abelhas Apis mellifera. Estes insetos têm papel essencial para a polinização de muitas espécies. Há pelo menos 14 anos tem sido observado o declínio desses polinizadores devido à uma série de fatores, entre eles, a utilização em larga escala de agroquímicos. Assim, nosso grupo de pesquisa está mantendo colônias de abelhas A. mellifera tolerantes ao neonicotinoide thiamethoxam, dada à importância desse agroquímico no controle de pragas. em função ao elevado número de agroquímicos disponíveis, no presente estudo foi avaliada a toxicidade, alterações na cromatina e na morfologia do intestino médio de operárias A. mellifera F4 tolerantes ao thiamehtoxam, submetidas a contaminação oral ao inseticida Fastac Duo (combinação de acetamiprido e alfa- cipermetrina). Operárias adultas forrageiras de A. mellifera F4 tolerantes foram coletadas submetidas a bioensaios in vitro, por contaminação oral durante 24 e 72 horas. Após esse período as operárias foram analisadas para verificar mortalidade, relação dose/resposta, por meio da técnica citoquímica Concentração Crítica de Eletrólitos (CEC) buscou-se verificar alterações na estrutura da cromatina e histologia de luz do intestino médio (região do trato digestório que ocorre a maior parte da digestão em abelhas) para observar a morfologia dessa região do trato digestório. Os resultados mostraram que houve alta mortalidade das operárias nos tratamentos realizados indicando que não há tolerância cruzada, ou seja, a F4 não é tolerante ao Fastac Duo, mas há uma correlação positiva dose/resposta, onde quanto maior a dose utilizada, maior a mortalidade. As modificações na estrutura da cromatina sugerem que há condensação da cromatina e diminuição na expressão gênica em duas concentrações analisadas nos tempos de 24 e 72 horas. Quanto à morfologia do intestino médio, foram detectadas alterações em nível celular, mas a membrana peritrófica foi preservada. Assim, deve ser evitada a utilização do Fastac Duo, ou pelo menos, utilização de acordo com indicação de agrônomo para evitar a mortalidade das abelhas A. mellifera.
Palavras-chave abelha melífera, acetamiprido, alfa-cipermetrina, agroquímicos
Title
Abstract Agriculture is one of the main bases of the Brazilian economy, its production of cereals, legumes and oilseeds is breaking records. This great productivity needs handling and care to maintain itself. Due to the occurrence of pests there is a need to use agrochemicals, which in addition to their direct effect on killing insect pests, also affects the viability of beneficial insects to Apis mellifera bees. These insects play an essential role in the pollination of many species. These pollinators have declined for at least 14 years due to a number of factors, including the large-scale use of agrochemicals. Thus, our research group is maintaining colonies of A. mellifera bees tolerant to the neonicotinoid thiamethoxam, given the importance of this agrochemical in pest control. due to the high number of available agrochemicals, in the present study the toxicity, changes in chromatin and morphology of the midgut of workers A. mellifera F4 tolerant to thiamehtoxam, submitted to oral contamination with the insecticide Fastac Duo (combination of acetamiprid and alpha -cipermethrin). Adult forage workers of A. mellifera F4 tolerant were collected submitted to in vitro bioassays, by oral contamination for 24 and 72 hours. After this period, the workers were analyzed to check for mortality, dose / response ratio, using the cytochemical technique Critical Electrolyte Concentration (CPB). most digestion occurs in bees) to observe the morphology of this region of the digestive tract. The results showed that there was a high mortality of workers in the treatments performed indicating that there is no cross- tolerance, that is, F4 is not tolerant to Fastac Duo, but there is a positive dose / response correlation, where the higher the dose used, the greater the mortality. The changes in the chromatin structure suggest that there is condensation of the chromatin and a decrease in gene expression in two concentrations analyzed at 24 and 72 hours. As for the morphology of the midgut, changes were detected at the cellular level, but the peritrophic membrane was preserved. Thus, the use of Fastac Duo should be avoided, or at least, use in minimum doses necessary to avoid the mortality of A. mellifera bees.

Key-words honeybee, acetamiprid, alpha-cypermethrin, agrochemicals.
Arquivos Nenhum arquivo encontrado!

TESES E DISSERTAÇÕES - Universidade Estadual de Maringá
Desenvolvimento: VIASITE INTERNET