Terça, 05 de março de 2024.
Busca Rápida (somente por palavras-chave)
    
Tese
Título Diversidade genética entre cultivares de feijão do grupo comercial carioca para qualidade tecnológica e nutricional dos grãos e seleção de famílias tolerantes ao déficit hídrico
Autor Medeiros, Isabella Mendonça Arruda de
Unidade Pós-Graduação em Genética e Melhoramento
Área de Concentração Genética e Melhoramento
Orientador Leandro Simões Azeredo Gonçalves
Co-Orientador(es) Vânia Moda-Cirino
Carlos Alberto Scapim
Banca Examinadora Vania Moda-Cirino
Liliane Marcia Mertz Henning
Daniel Soares Alves
Carlos Alberto de Bastos Andrade
Data de Defesa 21/01/2022
Resumo O feijão (Phaseolus vulgaris L.) é uma importante fonte nutricional para a população mundial, porém, a ocorrência de secas cada vez mais frequente afeta drasticamente a produção do feijão em diversas regiões do Brasil. O objetivo deste estudo foi avaliar a diversidade e o progresso genético de cultivares de feijão do grupo comercial carioca para qualidade tecnológica e nutricional dos grãos e selecionar famílias para desenvolver cultivares tolerantes à seca. Para o primeiro estudo, 39 cultivares de feijão foram cultivadas na safra das águas de 2017 nas Estações de Pesquisa do IDR-Paraná de Londrina e Ponta Grossa e foram caracterizadas quanto a teores de macro e micronutrientes e qualidade tecnológica dos grãos. Foi observada uma ampla variabilidade genética entre as cultivares para tempo de cozimento (CT) e composição nutricional, porém não foi observado progresso genético para essas características. O segundo estudo, para tolerância à seca, foi conduzido sob cultivo protegido na Estação de Pesquisa do IDR – Paraná, em Londrina, utilizando seis genitores e testemunhas (BAT 477, SEA 5, IAPAR 81, IPR Campos Gerais, IPR Sabiá e BRS Estilo) e 285 progênies F7 (cruzamentos entre IPR Campos Gerais com IAPAR 81, com SEA 5 e com BAT 477). Esses genótipos foram cultivados sob regime de irrigação plena, equivalente a 80% da capacidade de água disponível no solo, até o estádio fenológico R5, quando foram submetidos à restrição hídrica de até 30% de água disponível no solo por 37 dias nos tratamentos pertinentes. As plantas tiveram teores de fotossíntese líquida (A), condutância estomática (gs), transpiração (E) e concentração intercelular de CO2 (Ci) avaliados a cada quatro dias de estresse. No final do ciclo, foram mensurados: número de vagens por planta (VP), grãos por vagem (GV) e por planta (GP), espessura e comprimento da vagem (EV e CV), massa de 100 grãos (M100) e produtividade (Prod) para genitores e testemunhas. Para as progênies F7, foram mensurados M100 e Prod. Essas apresentaram A, gs, E e Ci 41%, 54%, 41% e 50% de redução, respectivamente, nas plantas submetidas ao déficit hídrico. Para VP, GP e Prod, a porcentagem de redução foi de 20%, 24% e 36%, respectivamente. Com índice de seleção de 15%, 41 cruzamentos foram selecionados para Prod nos dois ambientes, os quais apresentaram produtividades superiores às testemunhas, indicando linhagens promissoras para desenvolvimento de novas cultivares de feijão tolerantes à seca.
Palavras-chave Phaseolus vulgaris L.; tempo de cozimento; déficit hídrico.
Title
Abstract The common bean (Phaseolus vulgaris L.) is an important nutritional source for the world population, however, the increasingly frequent occurrence of droughts has drastically affected bean production in several Brazilian regions. The objective of this study was to evaluate the diversity and genetic progress of Carioca common bean cultivars for technological and nutritional quality of the grains and to select families to develop drought-tolerant cultivars. For the first study, 39 common bean cultivars were evaluated at the Experimental Stations of IDR-Paraná in Londrina and Ponta Grossa during the rainy season of 2017 and were characterized in terms of macro and micronutrient contents and technological quality of the grains. A broad genetic variability was observed between cultivars for cooking time and nutritional composition; however, no genetic progress was observed for these traits. The second study, for drought tolerance, was carried out under protected cultivation at the Experimental Station of IDR-Paraná in Londrina, using six parents and control treatments (BAT 477, SEA 5, IAPAR 81, IPR Campos Gerais, IPR Sabiá and BRS Estilo) and 285 F7 hybrids (crosses between IPR Campos Gerais and IAPAR 81, IPR Campos Gerais and SEA 5, and IPR Campos Gerais and BAT 477). These genotypes were grown under 80% of field capacity until they reached the stage R5, when water supply was restricted to 30% of field capacity for 37 days. Parents and control treatments were evaluated at levels of net photosynthesis (A), stomatal conductance (gs), transpiration (E) and intercellular concentration of CO2 (EC) every four days of stress. At the end of the crop cycle, the following characteristics were analyzed: number of pods per plant (VP), grains per pod (GV) and per plant (GP), pod thickness and length (EV and CV), weight of 100 grains (M100) and yield (Prod). Plants submitted to water deficit showed 41%, 54%, 41% and 50% decrease in A, gs, E and Ci, respectively. For VP, GP, CV, M100 and Prod the reduction were 20%, 24%, 5%, 10% and 36%, respectively. For Prod the crosses presented higher averages concerning the controls in DH and IRR. With a selection index of 15%, 41 crosses were selected for yield in both environments, indicating promising lines for the development of new drought-tolerant bean cultivars.
Key-words Phaseolus vulgaris L.; cooking time; water deficit
Arquivos
Nome Tamanho
18,59 KB

TESES E DISSERTAÇÕES - Universidade Estadual de Maringá
Desenvolvimento: VIASITE INTERNET