pgm

Português

English

Español
pgm

Quem Somos

Apresentação

O Programa de Pós-Graduação em Genética e Melhoramento (PGM), Área de Concentração em Genética e Melhoramento, do Departamento de Agronomia da Universidade Estadual de Maringá (UEM), é o único Programa em Genética e Melhoramento da Região Sul do Brasil.

Em nível de Mestrado, as atividades do PGM iniciaram-se em 25/07/2002, ocasião em que recebeu aprovação pela Capes (Conceito 4). Posteriormente, em 05/11/2004 foi aprovado e implementado o Curso de Doutorado. Deste então, passou a receber Conceito 5, a partir de sua primeira avaliação trienal (2004-2006).

 

Objetivos

O PGM tem como objetivo geral viabilizar a utilização de novas metodologias de avaliação em: Genética Quantitativa, Melhoramento Vegetal, Biotecnologia Aplicada ao Melhoramento Genético Vegetal, Genética Molecular e de Microorganismos, e Genética Animal.

Os objetivos específicos do PGM são: a) formar Pesquisadores / Administradores capazes de atender a demanda de profissionais da área da Genética e de Melhoramento; b) titular Docentes para atender a demanda dos Cursos de Agronomia, Genética, Genética e Melhoramento, e de Biologia, tanto do Brasil quanto de outros países, principalmente os países da área de abrangência do Mercosul, e os países do Continente Africano, e c) contribuir para o desenvolvimento de novas tecnologias que venham a incrementar o potencial produtivo e a capacidade competitiva da agropecuária paranaense e brasileira.

 

Escopo

Constituído por um corpo docente, dedicado e competente, o PGM vem mantendo o Conceito 5 da CAPES desde sua primeira avaliação trienal (2004-2006). É importante ressaltar, que em apenas 15 anos (2002-2017), o PGM já titulou 196 Mestres e 79 Doutores.

Com Área de Concentração em Genética e Melhoramento, e duração de 24 meses para o nível de Mestrado e de 48 meses para o Doutorado, o PGM destina-se a recém graduados, pesquisadores, e a docentes graduados em Agronomia, Ciências Biológicas, Zootecnia, e áreas afins.

Em maio de 2017, o PGM conta com 21 alunos matriculados no Curso de Mestrado e 42 no Curso de Doutorado.

As linhas de pesquisa do Programa estão associadas à Genética Básica (Vegetal e Animal), à Genética Quantitativa e Melhoramento Vegetal e à Genética de Microorganismos, utilizando-se de técnicas clássicas e moleculares. 

O Corpo Docente do PGM é constituído por 12 Docentes Permanentes que pertencem aos Departamentos de Agronomia e de Biotecnologia, Genética e Biologia Celular da UEM, além de 1 Docente vinculado ao Departamento de Agronomia da Universidade Estadual de Londrina. Todos os docentes são portadores de título de Doutor conferidos por Instituições de Excelência tanto nacionais quanto estrangeiras, e são contratados em Regime de Tempo Integral e Dedicação Exclusiva (TIDE). O PGM conta com a atuação de 2 docentes colaboradores vinculados à UEM, em regime TIDE.

O PGM é marcado, desde seu início, pela determinação de seus membros em atingir o perfil de excelência. Esta característica do Corpo Docente Permanente do PGM, que é altamente qualificado, é demonstrada pelo elevado percentual de seus membros (71,4%), que são Bolsistas de Produtividade em Pesquisa do CNPq, destacando-se 5 Bolsistas Produtividade Nível 1.

O PGM recebe auxílio financeiro, incluindo-se Bolsas de Estudo, da Capes, do CNPq, da Fundação Araucária, da Embrapa, da FINEP, entre outras empresas públicas, e também de empresas privadas.

Destaca-se, também, a integração do PGM com outros órgãos e instituições brasileiras de pesquisa e de desenvolvimento econômico. O PGM mantém intercâmbios nacionais com: a) Instituições Públicas de Pesquisa - Embrapa Soja, Embrapa Agroindústria Tropical, Embrapa Algodão, Embrapa Arroz e Feijão, Embrapa Gado de Corte, Embrapa Meio Norte, Embrapa Milho e Sorgo, Embrapa Pantanal, Embrapa Tabuleiros Costeiros, Embrapa Uva e Vinho, Epagri/SC, Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Iapar, e IAC - Campinas; b) Instituições Públicas de Ensino e Pesquisa - Universidade Estadual de Londrina, Universidade Estadual de Mato Grosso, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Universidade Estadual do Centro-Oeste, Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul, Universidade Federal de Viçosa, Universidade Federal do Pará, Universidade Federal do Paraná, Universidade Federal do Piauí, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, e Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro; c) Instituições Privadas - Coodetec, Syngenta, Grupo Dupont - Pionner Sementes, Monsanto do Brasil S.A., Faculdade Integrado de Campo Mourão e Universidade Paranaense.

Projetos de pesquisas vêm sendo conduzidos em colaboração com as instituições internacionais, tais como a Michigan State University (USA), University of California - Davis (USA), U.S. Department of Agriculture - USDA / ARS (USA), Iowa State University - Ames (USA), North Carolina State University - Raleigh (USA), University of Minnesota (USA), University of Florida (USA), Texas Tech University (USA), Mississippi State University (USA), North Dakota University (USA), Washington State University - Pullman (USA), University of Wisconsin - Madison (USA), University of Notthinghan (UK), Universidade Autônoma de Barcelona (Espanha), Université Pierre et Marie Curie - Paris (França), Japan International Research Center for Agricultural Sciences (JIRCAS - Japão), Universidad Juárez Autónoma de Tabasco (UJAT - México), Louisiana State University (LSU - USA), Universidad Nacional Autónoma de México (UNAM), Universidad de Talca (Chile), Instituto de Investigação Agrária de Moçambique - IIAM, Instituto Nacional de Tecnología Industrial (Argentina) e Consejo Nacional de Investigaciones Cientificas y Tecnicas - CONICET (Argentina).

Localização
;

Campus Universitário Av. Colombo, 5790


Bloco J45 • 1º Andar • Sala 101

; Telefones

Fone: (44) 3011-8984



Email: sec-pgm@uem.br